Indústria britânica está menos confiante na economia

Queda no consumo doméstico faz o setor industrial rever sua projeção de crescimento de 1,5% para 0,5% neste ano

A indústria britânica está menos confiante na economia do país. Além do fraco crescimento da zona do euro, os empresários também estão preocupados com o consumo, muito aquém das expectativas. As informações fazem parte de um estudo da EEF, entidade que congrega 6 000 indústrias na Grã-Bretanha.

O consumo doméstico, diz a pesquisa, está no patamar mais baixo dos últimos dois anos. A indústria automotiva, em franco declínio, é um dos principais termômetros.

Diante de um cenário pouco promissor, a EEF decidiu rever sua projeção de crescimento para o setor manufatureiro de 1,4% para 0,5% no ano. A entidade sugere ao governo que reduza a taxa de juros caso o consumo continue em declínio. No mês passado, o comitê de política monetária decidiu manter os juros em 4,75% por um período de nove meses.