Curtas – uma seleção do mais importante no Brasil e no mundo

ÀS SETE - O chefe do governo japonês obteve uma ampla vitória nas eleições legislativas antecipadas deste domingo, segundo pesquisas de boca de urna

Indiciados em caso Casino

Em relatório encaminhado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) no âmbito da Operação Acrônimo, a Polícia Federal concluiu que o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), atuou com o auxílio do ex-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) Luciano Coutinho para favorecer o Grupo Casino ao não liberar empréstimo para viabilizar a fusão do Pão de Açúcar com o Carrefour.

Às Sete – um guia rápido para começar seu dia

Leia também estas outras notícias da seção Às Sete e comece o dia bem informado:

Na época dos fatos investigados, Pimentel chefiava o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços e presidia o Conselho de Administração do banco público. A PF indiciou Coutinho e a Carolina Oliveira, mulher de Pimentel.

Vitória de Abe

O chefe do governo japonês, Shinzo Abe, obteve uma ampla vitória nas eleições legislativas antecipadas deste domingo, segundo pesquisas de boca de urna. A coalizão conservadora do primeiro-ministro nacionalista poderia obter 311 assentos, dos 465 da Câmara Baixa, sinônimo de uma maioria de dois terços, segundo estimativas da rede privada TBS, baseadas em pesquisas de boca de urna realizadas após o encerramento da votação. Abe venceria assim o desafio lançado por ele próprio para obter um novo mandato à frente da terceira economia mundial, em um contexto de ameaça norte-coreana. Milhões de japoneses enfrentaram chuvas torrenciais com a aproximação de um poderoso tufão para votar nas eleições, antecipadas por Shinzo Abe com o objetivo de se fortalecer. 

De Carter a Obama

Sem Donald Trump, os cinco ex-presidentes dos Estados Unidos ainda vivos se reuniram pela primeira vez desde 2013 em um evento para arrecadar dinheiro para as vítimas de furacões que arrasaram regiões do Texas, Flória, Porto Rico e as Ilhas Virgens americanas nos últimos meses. O evento, ocorrido na noite de sábado em College Station, no Texas, reuniu os democratas Barack Obama, Bill Clinton e Jimmy Carter e os republicanos George H.W. Bush e seu filho George W. Bush. O show teve pronunciamentos de quatro dos ex-presidentes, em que pediram “unidade”, apesar das diferenças políticas. Antes do início do evento, Trump gravou um vídeo em que evitou fazer críticas aos antecessores e os chamou de “alguns dos melhores servidores públicos dos Estados Unidos”.

Referendos na Itália

Duas das mais ricas regiões italianas, Lombardia e Vêneto, no norte do país, votaram neste domingo em um referendo por maior autonomia junto ao governo central. Segundo resultados preliminares, mais de 90% dos eleitores apoiaram a demanda por mais autonomia. No Vêneto, cerca de 52% dos eleitores foram às urnas, atingindo a metade necessária para validar a votação; na Lombardia, foram 40% dos eleitores. Ao contrário da Catalunha, os referendos não pedem autonomia e foram aprovados pela Suprema Corte do país.

Ameaças no Equador

O Ministério Público do Equador denunciou neste domingo ameaças de morte contra a promotora Diana Salazar, que participou da acusação no escândalo da Odebrecht, em que o vice-presidente do país, Jorge Glas, foi detido, e da ação que levou a prisão o ex-mandatário da Federação de Futebol Luis Chiriboga. No Twitter, o órgão informou que Diana recebeu ameaças de morte e publicou um vídeo em que uma organização, autodenominada Frente de Liberdade Popular, anuncia a realização de possíveis atentados contra a promotora.