Indiana é a primeira mulher amputada a escalar o Everest

Os guias de Arunima Sinha, de 26 anos, estavam preocupados porque ela caminhava lentamente, mas ela ganhou confiança no final da escalada

Katmandu – Uma indiana que perdeu uma perna há dois anos, depois de ter sido jogada de um trem em movimento, se tornou a primeira mulher amputada a escalar o Everest, informaram os organizadores da expedição.

Os guias de Arunima Sinha, de 26 anos, natural do estado de Uttar Pradesh (norte), estavam preocupados porque ela caminhava lentamente.

“Mas quando a equipe chegou aos 8.750 metros de altura, ela ganhou energia e confiança e começou a andar muito rápido”, disse Ang Tshering Sherpa, fundador da empresa Asian Trekking.

Arunima Sinha chegou ao topo do Everest na manhã de terça-feira, disse Tshering.

O Everest, maior montanha do mundo, tem 8.848 metros.