Índia tem 155 mortos por por ingestão de álcool adulterado

Autoridades acreditam que a bebida continha um solvente tóxico; 12 pessoas já foram presas

Calcutá – Ao menos 155 pessoas morreram envenenadas no leste da Índia depois de terem ingerido álcool adulterado provavelmente com um solvente muito tóxico, segundo o último balanço divulgado pelas autoridades nesta sexta-feira.

“O número de vítimas chegou a 155”, informou à AFP Shyamapada Basak, diretor dos serviços de saúde do Estado de Bengala ocidental, cuja capital é Calcutá. Basak acrescentou que há outras 160 pessoas hospitalizadas pela ingestão de álcool adulterado.

As vítimas, em sua maioria camponeses ou condutores de riquixás, muito pobres para comprar bebidas de marca, moram em dez localidades da fronteira com Bangladesh.

Uma dúzia de pessoas já foram detidas por seu suposto envolvimento no envenenamento, segundo uma autoridade policial.

Fontes hospitalares revelaram a presença de metanol em ao menos 20 dos falecidos, e suspeita-se que este solvente altamente tóxico seja a causa do envenenamento.