Índia executa último militante do ataque a Mumbai

Em agosto, a Suprema Corte da Índia confirmou a sentença de morte de Kasab em razão de ele ter participado dos ataques a uma série de alvos

Nova Délhi – A Índia executou Mohammad Ajmal Kasab, único militante que sobreviveu aos ataques de 2008 na capital financeira de Mumbai, informou o Ministério do Interior nesta quarta-feira.

Em agosto, a Suprema Corte da Índia confirmou a sentença de morte de Kasab em razão de ele ter participado dos ataques a uma série de alvos em Mumbai, uma ação que matou 166 pessoas.

Kasab era um cidadão paquistanês, que dizia pertencer ao grupo militante Lashkar-e-Taiba. Ele foi enforcado. As informações são da Dow Jones.