Índia convoca Paquistão a colocar fim a ataques na Caxemira

O ministro indiano da Defesa convocou o Paquistão a colocar fim aos seus ataques injustificados na Caxemira

Nova Deli – O ministro indiano da Defesa, Arun Jaitley, convocou nesta quinta-feira o Paquistão a colocar fim aos seus ataques injustificados na Caxemira, depois que ao menos 17 civis morreram em trocas de tiros entre os dois países nesta região fronteiriça.

As forças armadas indianas farão os ataques do Paquistão pagarem muito caro se eles prosseguirem, advertiu o ministro.

“O Paquistão precisa colocar fim a estes disparos e bombardeios injustificados se quiser ter paz na fronteira”, acrescentou.

As duas potências nucleares se acusaram mutuamente de uma explosão de violência na fronteira, que deixou 17 civis mortos nesta semana.

Dez civis paquistaneses morreram nesta semana vítimas de disparos das forças indianas, anunciou nesta quinta-feira o exército do Paquistão, duplicando o balanço de mortos registrados em seu território.

Do lado indiano sete civis faleceram.

A Caxemira está dividida entre estes dois Estados que já se enfrentaram duas vezes pelo controle da região, em 1947 e 1971, antes da instauração de um cessar-fogo e de uma linha de controle em 1972.