Independentista é eleito novo presidente do parlamento catalão

Roger Torrent obteve o apoio das forças independentistas Juntos pela Catalunha (JxCat), ERC e Candidatura de Unidade Popular (CUP)

Barcelona, Espanha – O independentista Roger Torrent, da Esquerda Republicana da Catalunha (ERC), foi escolhido nesta quarta-feira o novo presidente do parlamento autônomo catalão, que está controlado por partidos que apoiaram até agora o processo de independência dessa região da Espanha.

Torrent obteve o apoio das forças independentistas – Juntos pela Catalunha (JxCat), ERC e Candidatura de Unidade Popular (CUP) – e superou a candidatura de José María Espejo-Saavedra, do partido liberal Ciudadanos.

O novo parlamento resultante das eleições regionais na Catalunha de 21 de dezembro foi constituído hoje com maioria das forças independentistas.

Esta, no entanto, está reduzida pela ausência de vários deputados, que estão detidos ou refugiados em Bruxelas e são requeridos pela Justiça espanhola por rebelião e insurreição, entre outros crimes vinculados ao processo separatista.

Torrent obteve 65 votos a favor, contra 56 de Espejo-Saavedra, enquanto os outros cargos da Mesa do Parlamento – o órgão administrativo e regulatório interno – foram divididos entre outros grupos, mas com controle dos partidos independentistas.

Os três deputados detidos provisoriamente por rebelião puderam votar por delegação, enquanto os outros cinco que estão em Bruxelas não solicitaram votar por essa via.