Incêndio em prédio deixa ao menos 38 mortos na Ucrânia

Pelo menos 38 pessoas morreram na cidade de Odessa, em um incêndio em um prédio sindical durante enfrentamentos registrados hoje

Kiev – Pelo menos 38 pessoas morreram na cidade de Odessa, no sul da Ucrânia, em um incêndio em um prédio sindical durante enfrentamentos registrados hoje entre manifestantes pró-Kiev e pró-Rússia, informou o Ministério do Interior.

Os mortos se somam aos quatro registrados antes no centro da cidade nos confrontos entre os dois grupos de manifestantes opostos.

“Como resultado do incêndio, 38 pessoas morreram: oito delas pularam das janelas para escapar das chamas e os outros morreram asfixiados”, segundo um comunicado do Ministério na região de Odessa.

Outras 50 pessoas ficaram feridas, entre elas 10 membros das forças de segurança, acrescentou.

Das quatro vítimas registradas anteriormente, pelo menos uma recebeu um disparo de arma de fogo, de acordo com uma fonte policial.

Pelo menos dez pessoas ficaram feridas, entre elas três policiais, durante a batalha campal na qual manifestantes pró-Rússia e pró-Kiev, além de torcedores de futebol, se enfrentaram com paus e pedras.

Segundo se informou, após os enfrentamentos, os pró-Rússia se refugiaram na casa dos sindicatos ao se verem encurralados e somente depois o incêndio foi declarado.

A televisão russa “RT” culpou membros do ultranacionalista grupo ucraniano “Setor de Direitas” de provocar o incêndio.

Os choques começaram quando milhares de manifestantes com bandeiras ucranianas e entoando palavras de ordem como “O leste e o oeste, juntos” se manifestavam pelo centro da cidade, em uma marcha à qual se somaram torcedores do time de futebol Chornomorets Odesa.

Centenas de manifestantes pró-Rússia foram para o local, armados com escudos e paus.