Imprensa interamericana repudia “covarde assassinato” de jornalistas

Entidade reagiu à notícia da morte de três profissionais do jornal "El Comercio" sequestrados por dissidentes das Farc na fronteira com a Colômbia

A Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) repudiou nesta sexta-feira o “covarde assassinato” dos três funcionários jornal equatoriano “El Comercio” sequestrados por dissidentes das Farc na fronteira com a Colômbia, crime que considerou um ultraje à imprensa de todo o continente americano.

“Não só estes três colegas, mas também os povos do Equador e da Colômbia, e o jornalismo de toda a América foram ultrajados por este tipo de crime desumano e atroz que acreditávamos ter desaparecido da região”, afirmou a SIP em uma declaração emitida em Medellín, onde começou hoje sua reunião de meio ano.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.