Impeachment de Donald Trump é aprovado na Câmara; presidente reage

Representantes da Câmara dos Estados Unidos aprovaram o impeachment de Donald Trump; processo agora segue para o Senado

São Paulo –O impeachment do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi aprovado no plenário da Câmara dos Representantes em um dia histórico para o país. A votação aconteceu durante toda a quarta-feira (18) e faz do republicano o terceiro presidente americano a passar por esse processo.

Trump se manifestou momentos depois sobre a aprovação do processo. Em um tuíte, que agora está fixado no seu perfil, o republicano deixou uma mensagem agressiva para inflamar a sua base: “Eles não estão atrás de mim, estão atrás de você. Eu só estou no meio do caminho”.

Duas acusações pesaram contra o atual presidente na votação na Câmara: abuso de poder e obstrução do Congresso. O resultado não é uma novidade: a casa é controlada pela maioria democrata e eram necessários apenas 216 votos. A Câmara dos Representantes é composta por 431 membros, dos quais 233 são democratas.

Por 230 a 197, a Câmara decidiu aprovar a acusação de abuso de poder, enquanto a de obstrução do Congresso passou por 229 a 198.

Veja também

Embora o impeachment tenha sido aprovado, Trump ainda não será removido do cargo, já que é preciso que o Senado faça a sua análise. A expectativa é a de que isso aconteça no início do ano que vem.

Nessa casa, o cenário para o atual presidente é mais favorável, já que é controlada pelos republicanos (do total de 100 senadores, 53 são republicanos). Para que o impedimento se consolide, são necessários 2/3 dos votos.

Impeachment de Donald Trump

A votação desta quarta-feira é resultado de três meses de averiguação em torno das acusações de que Trump teria pedido ao presidente da Ucrânia que investigasse Joe Biden (seu rival na disputa pela Casa Branca em 2020) e seu filho, Hunter. Para pressioná-lo, o presidente americano teria suspendido o envio de ajuda financeira ao país.

Os americanos estão divididos quanto ao apoio ao processo de impeachment. Segundo o site Fifty Thirdy Eight, que agrega as principais pesquisas de opinião sobre o assunto, 47,2% dos americanos são favoráveis ao impeachment, mas 46,5% são contra.

O impeachment também não parece ter influenciado na popularidade do presidente, mostrou a tradicional pesquisa da Universidade de Quinnipiac. Embora mais baixa do que a da maioria dos presidentes recentes com o mesmo tempo de mandato, a aprovação de Trump aumentou na comparação com o levantamento anterior, feito no início de dezembro, e está em 43%. A razão para tanto, diz a análise, é o bom momento da economia dos Estados Unidos.

O que acontece agora?

A Câmara deve selecionar parlamentares para atuarem como representantes e apresentar o caso contra Trump no julgamento no Senado. A expectativa é a de que isso aconteça nesta quinta-feira (19).

Em janeiro, o impeachment de Donald Trump será julgado pelo Senado. O processo será presidido pelo presidente da Suprema Corte dos EUA, John Roberts. Os representantes apontados pela Câmara apresentam o caso contra Trump e a equipe jurídica do presidente responde, com os senadores atuando na posição de membros do júri.