Imã é processado por casamento de menina de 12 anos

Clérigo muçulmano foi acusado na Austrália de ter realizado um matrimônio ilegal entre um homem de 26 anos e uma menina de apenas 12

Sidney – Um clérigo muçulmano foi acusado nesta terça-feira na Austrália de ter realizado um matrimônio ilegal entre um homem de 26 anos e uma menina de apenas 12.

Na semana passada, o “marido” foi detido, um cidadão libanês acusado de crime sexual contra uma menor de idade.

A polícia afirmou que o imã, supostamente nascido no Paquistão, foi detido em Sydney pela divisão de combate ao abuso infantil e acusado de ter realizado um matrimônio com um dos contraentes não autorizado.

O clérigo está em liberdade após o pagamento de fiança e terá que comparecer ao tribunal em 2 de abril.

A polícia revelou que o libanês entrou na Austrália com um visto de estudante e conheceu a menina de 12 anos na região de Hunter, ao norte de Sydney, em 2013, e supostamente se envolveu em uma relação sexual com ela.