Ibama concede licença ambiental a Repsol para novo bloco

Empresa hispânico-chinesa ganhou permissão para extrair petróleo no bloco marítimo BM-C-33, que contém grandes reservas de petróleo no Oceano Atlântico

Rio de Janeiro – O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) expediu nesta sexta-feira sua permissão à empresa hispânico-chinesa Repsol Sinopec para extrair petróleo no bloco marítimo BM-C-33, que contém grandes reservas de petróleo no Oceano Atlântico.

A licença ambiental está condicionada a que a companhia cumpra os requisitos previstos no contrato, entre eles a proibição de queimar resíduos ao ar livre ou a perfuração de corais ou algas, segundo um comunicado do Ibama.

O bloco BM-C-33, em águas profundas da Bacia de Campos, contém reservas estimadas de mais de 700 milhões de barris de petróleo e três trilhões de pés cúbicos (tcf) de gás, equivalentes a 545 milhões de barris de petróleo.

A Repsol Sinopec opera estas concessões com 35% de participação e conta com Statoil (35%) e Petrobras (30%) como sócias.