Hostilidades continuam pouco antes de cessar-fogo

Nas últimas quatro horas foi registrado um total de 11 novos mortos na Faixa, o que eleva para 158 o número de vítimas palestinas, além das cinco israelenses

Gaza – Pouco antes da entrada em vigor do cessar-fogo anunciado nesta quarta-feira no Cairo, as hostilidades entre Israel e as milícias de Gaza continuam com novos bombardeios israelenses na Faixa e mais lançamento de foguetes palestinos.

A Agência Efe constatou que os bombardeios israelenses seguiam com a mesma frequência dos últimos dias, assim como os disparos de artilharia.

Fontes sanitárias disseram que na última hora uma criança palestina morreu e outras sete pessoas ficaram feridas em um dos ataques na cidade de Deir el-Balah.

Nas últimas quatro horas foi registrado um total de 11 novos mortos na Faixa, o que eleva para 158 o número de vítimas palestinas, além das cinco israelenses.

Também seguem sobrevoando a Faixa aviões israelenses sem piloto, empregados para espionar e atacar.

Por sua parte, logo após saber do anúncio de cessar-fogo por parte do ministro das Relações Exteriores egípcio, Mohammed Kamel Amr, as milícias palestinas lançaram foguetes contra mais de uma dúzia de povoados israelenses, entre elas Be’er Sheva, Netivot, Eshkol, Ashkelon e Ashdod.

O cessar-fogo deve entrar em vigor às 21h locais (17h de Brasília), segundo o anúncio.

Em comunicado, o Ministério do Interior do Governo do Hamas pediu à população de Gaza que não saia de casa para comemorar o fim das hostilidades por temor que possam ser vítima de novos ataques.