Hospital dos Médicos sem Fronteiras é bombardeado no Iêmen

"Uma unidade da MSF foi alvejada na noite passada por uma série de ataques aéreos, quando pacientes e pessoal médico estavam dentro do prédio"

Um hospital da organização internacional Médicos sem Fronteiras foi alvo hoje (27) de um ataque aéreo por parte da aviação saudita, em Saada, no Iêmen.

“Uma unidade da MSF foi alvejada na noite passada por uma série de ataques aéreos, quando pacientes e pessoal médico estavam dentro do prédio”, comunicou a organização através do seu Twitter.

É o segundo hospital da MSF bombardeado durante o mês de outubro. O primeiro caso foi o da cidade de Kunduz, no norte do Afeganistão. O prédio foi bombardeado pela aviação dos EUA.

O comando da missão norte-americana no Afeganistão se justificou alegando informações sobre militantes do grupo terrorista Talibã que podiam estar dentro do hospital.