Honduras detém suposto organizador de nova caravana de migrantes

Uma nova caravana de hondurenhos foi organizada rumo aos Estados Unidos

Tegucigalpa – As forças de segurança de Honduras detiveram nesta terça-feira o suposto organizador da nova caravana de migrantes, formada por mais de mil hondurenhos, que começou sua viagem ontem, partindo da cidade de San Pedro Sula, no norte do país, com destino aos Estados Unidos.

O subdiretor da Polícia de Fronteiras de Honduras, Miguel Pérez, confirmou aos jornalistas a detenção do suposto responsável pela caravana, cujo nome não foi revelado.

“Identificamos que uma das pessoas que fazia parte do grupo que saiu durante a noite (de segunda-feira) era procurada por ter uma ordem de captura pelo crime de estupro”, explicou Pérez.

O homem foi detido no departamento de Cortés, no norte do país, segundo o subdiretor da Polícia de Fronteiras.

“Não descartamos que ele seja um dos coordenadores da caravana. Além disso, estava viajando com um documento (de identificação) que não lhe corresponde”, assinalou Pérez.

O subdiretor da Polícia de Fronteiras também informou que, segundo as investigações, o detido já estava sendo procurado entre os que participaram da caravana que saiu em 13 de outubro de 2018 de San Pedro Sula com rumo aos Estados Unidos.

Entre ontem e hoje, mais de mil migrantes hondurenhos continuam se movimentando rumo ao oeste de Honduras com a intenção de cruzar a Guatemala e chegar aos Estados Unidos, apesar das advertências das autoridades sobre os riscos da viagem.

Os imigrantes, entre eles crianças, mulheres e idosos, querem deixar Honduras devido à falta de trabalho e à insegurança em seu país.