Homens com uniforme afegão matam soldados americanos

Dois homens vestidos com o uniforme militar afegão mataram a tiros dois soldados norte-americanos

Cabul – Dois homens vestidos com o uniforme militar afegão mataram a tiros dois soldados norte-americanos nesta quarta-feira, no primeiro ataque deste tipo desde o início do ano – informou a Força Internacional de Assistência para a Segurança (ISAF, em inglês) e uma fonte militar norte-americana.

“Dois membros da ISAF morreram quando dois indivíduos vestidos com o uniforme das Forças de Segurança Nacional afegãs dispararam contra eles hoje, no leste do Afeganistão”, anunciou a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) em comunicado, sem precisar a nacionalidade das vítimas.

“A ISAF e oficiais afegãos estão averiguando os fatos para determinar suas causas exatas”, diz o texto.

Um funcionário da Defesa dos Estados Unidos confirmou à AFP que as vítimas eram militares de seu país.

O ataque ocorreu na província de Capisa, norte de Cabul, disse à AFP o governador da província, Mehrabudin Safi.

O porta-voz dos talibãs, Zabiulá Mujahid reivindicou a responsabilidade pelo ataque, mas as autoridades da ISAF afirmam que a maioria dos “ataques no interior” perpetrados por militares ou policiais afegãos contra soldados da Otan costumam ter motivações pessoais ou são consequência de mal-entendidos.

Em janeiro, a capital afegã registrou um aumento dos ataques dos talibãs, que promovem uma violenta insurreição no país desde sua expulsão do poder, em 2001, por parte da coalizão liderada pelos Estados Unidos.

Em 17 de janeiro, um comando suicida talibã lançou uma letal expedição contra “A Taberna do Líbano”, um restaurante bastante frequentado pelo pessoal diplomático. No ataque, 21 pessoas morreram, incluindo 13 estrangeiros.

A missão de combate da Otan no país terminará no final de 2014. Atualmente existem cerca de 34.000 soldados norte-americanos e outros 19.000 de outros países membros do tratado enviados ao país para apoiar e formar 345.000 membros das forças afegãs.