Homem morre nos EUA após ser atingido por gás pimenta

Os agentes realizaram os primeiros socorros e chamaram uma ambulância, mas o homem faleceu na noite de sexta-feira, pouco depois de chegar ao hospital

Um homem negro morreu na sexta-feira no Alabama depois de ser detido por agentes que utilizaram gás pimenta para neutralizá-lo, informou a polícia sobre um episódio que se soma à série de mortes de negros americanos pelas mãos da polícia.

Um habitante da cidade de Tuscaloosa, Alabama, telefonou na sexta-feira para a polícia e denunciou que um homem que estava sentado na varanda de uma casa de seu bairro parecia estar armado.

Quando a polícia chegou ao lugar, o homem, identificado pela CNN como Anthony Dewayne Ware, de 35 anos, saiu correndo, segundo um comunicado da Polícia de Tuscaloosa emitido no sábado.

“O suspeito fugiu em direção a uma floresta próxima. Os policiais o perseguiram e quando o prenderam ele tentou resistir à prisão”, segundo o comunicado. Os policiais utilizaram então gás pimenta antes de algemá-lo.

“Quando o retiravam da floresta, o suspeito entrou em colapso. Os agentes realizaram os primeiros socorros e chamaram uma ambulância”, disse a polícia. O homem faleceu na noite de sexta-feira pouco depois de chegar ao hospital.

A polícia de Tuscaloosa disse que foi aberta uma investigação, que inclui especialistas alheios à Polícia para explicar como Ware morreu.

Este é o caso mais recente de um negro que morre depois de ser detido pela polícia nos Estados Unidos, onde ocorreram grandes protestos, alguns deles violentos, contra a suposta discriminação policial e o uso excessivo da força.