Homem gritando em árabe fere duas policiais na Bélgica

Agressor, que atacou vítimas com facão, foi morto por policiais

Bruxelas – Um homem empunhando um facão e gritando “Allahu Akbar!” (Deus é o maior) feriu duas policiais mulheres do lado de fora da principal estação de polícia na cidade belga de Charleroi antes de ser baleado, neste sábado, informou a polícia.

O atacante foi baleado por um terceiro oficial e, posteriormente, morreu de seus ferimentos. Os policiais estavam fora de perigo, explicaram.

O primeiro-ministro Charles Michel condenou o ataque no Twitter, enquanto o ministro do Interior, Jan Jambon chamou de covarde.

Bombas islâmicas mataram 32 pessoas em ataques suicidas em Bruxelas, em março, e muitos dos jihadistas que realizaram ataques em Paris, em novembro passado, quando foram mortas 130 pessoas, eram baseados na Bélgica.

Bruxelas, lar de instituições da União Europeia e da sede da Otan, e o resto da Bélgica estão atualmente em um nível de alerta de segurança três de um máximo de quatro, um estado “grave” com uma ameaça “possível e provável”.