Homem explode próprio carro e mata 4 pessoas na Síria

Suicida camuflou bomba com cebolas; duas mulheres e uma criança estão entre mortos

Beirute – Um homem suicida explodiu seu carro em uma cidade central da Síria, matando três civis e um oficial de segurança, informou a agência estatal de notícias síria SANA. O suicida, que camuflou a bomba com cebolas, detonou os explosivos na cidade de Muhrada. O Observatório para Direitos Humanos contra o regime sírio disse que a bomba tinha como alvo a sede da segurança militar local. As informações são de que duas mulheres e uma criança estão entre os mortos.

O ataque a prédios da segurança na Síria está se tornando comum, desde que o levante contra o presidente Bashar al-Assad transformou-se em uma insurgência rebelde. Muitos estão preocupados de que os ataques possam refletir aumento nas manifestações de extremistas islâmicos, como possivelmente do grupo Al-Qaeda na cruzada contra Assad.

Ativistas estimam que mais de 17 mil pessoas, a maioria civis, morreram desde o começo dos protestos que pedem por reformas políticas no país, em março de 2011. O governo disse que mais de 4 mil homens das forças de segurança morreram, mas não fornece o número de civis.

Normalmente, não há declarações críveis de responsabilidade por ataques como esses, embora um grupo desconhecido de militantes que se intitula frente Al-Nusra tenha assumido parte de tais ataques, postando mensagens em sites de militantes. Pouco se sabe de tal grupo.

O governo acusa gangues armadas e terroristas. Os rebeldes sírios, por sua vez, acusam o governo de orquestrar ataques a bomba para descredenciar a oposição.

Muhrada está a 20 quilômetros ao norte da cidade ao centro da Síria de Hama e fica próxima à cidade de Tremseh, onde ativistas afirmam que tropas do governo mataram várias pessoas na quinta-feira. As informações são da Associated Press.