Homem esfaqueia bilionário chinês que não quis empregá-lo

Um homem, que diz estar desempregado, feriu com uma faca o segundo homem mais rico da China, que teria negado trabalho ao agressor

Xangai – Um homem, que diz estar desempregado, feriu com uma faca Zong Qinghou, o segundo homem mais rico da China, que teria negado trabalho ao agressor na empresa que preside, informou nesta quarta-feira a agência Xinhua.

Na sexta-feira, o homem se aproximou de Zong com uma faca em Hangzhou (leste) e pediu-lhe um emprego na Wahaha, empresa de refrigerantes que ele preside.

Ao receber uma resposta negativa do bilionário, o homem o feriu na mão esquerda, de acordo com a agência de notícias que citou a polícia.

O jornal Hong Kong Commercial Daily Daily havia indicado na sexta-feira que poderia ser um ato de vingança após a demissão de funcionários de uma subsidiária da Wahaha.

Questionados pela AFP, Wahaha e a polícia de Hangzhou não quiseram comentar sobre o que aconteceu.