Homem é multado por mostrar as nádegas à rainha Elizabeth II

O tribunal o condenou a pagar uma multa de 750 dólares australianos

Sydney – Um australiano foi condenado nesta terça-feira a pagar uma multa de 750 dólares locais (US$ 800) por mostrar as nádegas à rainha Elizabeth II e a seu marido, o príncipe Philip, durante a visita dos monarcas à Austrália no fim do ano passado.

Liam Warriner, um garçom de 22 anos de Sydney, abaixou as calças e com uma bandeira australiana entre as nádegas correu cerca de 50 metros ao lado da caravana de veículos da rainha durante sua visita a Brisbane, no nordeste do país.

Warriner se declarou culpado da acusação de alteração da ordem pública perante o juiz, mas disse que não se arrepende de sua ação e que voltaria a fazer o mesmo diante de qualquer outro líder.

‘Aos elitistas, com muito gosto mostraria meu traseiro e lhes diria que é o que penso deles’, disse Warriner, que se mostrou ‘orgulhoso de ser antimonárquico’.

O promotor pedira 1 mil dólares australianos de multa pela ação de Warriner, que havia declarado à Polícia não gostar da rainha nem dos grupos elitistas.

O apoio à monarquia, principalmente entre os jovens, é muito forte na Austrália, onde em 1999 foi realizado um plebiscito no qual 54,87% rejeitaram uma proposta de adoção do sistema republicano.