Homem é morto por soldado após ferir 3 pessoas em Jerusalém

É o primeiro esfaqueamento desde a morte de três palestinos que tentaram atacar soldados israelenses nos arredores da cidade de Aboud e no bairro de Tel Ramadia

Jerusalém — Um homem de 21 anos foi morto a tiros pelas forças de segurança de Israel após ferir três pessoas neste domingo em um ataque em Jerusalém, informou o porta-voz da Polícia, Micky Rosenfeld, em comunicado.

“Um homem de 21 anos circulava por uma rua de Jerusalém em um veículo particular, quando tentou atropelar dois jovens pedestres. Depois, saiu do carro com uma faca e correu pela calçada. Viu um carro da Polícia e tentou esfaquear os agentes”, explica a nota.

“Quando tentava fugir, um soldado que descia de um ônibus identificou o agressor, o perseguiu e atirou”, concluiu Rosenfeld.

Médicos da Estrela de Davi Vermelha (equivalente a Cruz Vermelha) atenderam as vítimas no local. Elas sofreram ferimentos leves e foram levadas ao hospital Shaarey Tzedek de Jerusalém.

É o primeiro esfaqueamento desde a sexta-feira, quando três palestinos foram mortos por militares israelenses ao tentarem atacar soldados nos arredores na cidade de Aboud, ao norte de Ramala, e no bairro de Tel Ramadia, em Hebron.

Além disso, outro palestino morreu no mesmo dia, no norte de Ramala, em um atropelamento proposital no qual dois militares israelenses também ficaram feridos.