Hollande confirma morte de refém francês na Argélia

Militantes do Estado Islâmico divulgaram mais cedo nesta quarta um vídeo em que supostamente mostravam a decapitação de Gourdel, que foi sequestrado no domingo

Nações Unidas – O presidente francês, François Hollande, confirmou nesta quarta-feira a morte do francês Hervé Gourdel, que era mantido refém por militantes argelinos ligados ao Estado Islâmico.

“Nosso compatriota foi assassinado”, disse Hollande a repórteres antes de seu discurso na Assembleia Geral da ONU, em Nova York.

Os militantes divulgaram mais cedo nesta quarta-feira um vídeo em que supostamente mostravam a decapitação de Gourdel, que foi sequestrado no domingo.