Holanda descobre milhões em contas de ucranianos sancionados

Autoridades encontraram várias centenas de milhões de euros em ativos ucranianos

Bruxelas – Autoridades da Holanda encontraram “várias centenas de milhões” de euros em ativos ucranianos, parte dos quais pertencem a pessoas na lista dos 18 ucranianos sancionados pela União Europeia (UE) por desvio de fundos públicos, informou o ministro das Finanças, Jeroen Dijsselbloem.

Em entrevista à TV, o também presidente do Eurogrupo explicou que uma parte do dinheiro estava depositado em uma conta bancária pessoal da qual uma das pessoas que estão na lista negra da EU é titular, mas não divulgou.

Além disso, o Estado holandês encontrou outra parte do dinheiro em uma companhia financeira vinculada a outra das 18 pessoas sancionadas pelos 28 Estados do bloco europeu.

A UE congelou por um ano os ativos do ex-presidente ucraniano Viktor Yanukovich, de seus filhos Alexander e Viktor, de quatro ex-ministros e de 11 ex-altos cargos supostamente responsáveis por desvio de verbas estatais.

Dijssebloem disse não saber se Yanukovich tem dinheiro em contas bancárias da Holanda.

Antes, o ministro holandês de Finanças explicou ao Parlamento que oligarcas ucranianos tentaram nas últimas semanas tirar dinheiro de entidades financeiras holandesas.

Segundo Dijsselbloem, a Unidade de Inteligência Financeira recebeu vários relatórios sobre “transações incomuns”, afirmou a emissora de rádio e TV “NOS”, apesar de o titular da pasta se negar a revelar que tem estas informações.

Os bancos europeus têm a obrigação de informar às autoridades nacionais sobre transações suspeitas.