Hillary pede união nos EUA: “Quero ser a presidente de todos”

A candidata disse ainda que a prioridade de sua equipe é maximizar a presença de dos eleitores nos postos de votação

A candidata Hillary Clinton se comprometeu nesta segunda-feira a se converter em instrumento para a união política dos americanos, ao iniciar o último dia de sua campanha para as eleições desta terça.

“Tenho muito trabalho a fazer para unificar o país. Realmente, quero ser a presidente de todos, para pessoas que votaram em mim e para as pessoas que não votarem em mim”, afirmou, falando à imprensa ao pegar o voo para iniciar seu último dia de campanha.

De acordo com Hillary, essas “divisões, que não apenas foram expostas, como também exacerbadas na campanha da outra parte, fazem com que realmente tenhamos de unir o país depois das eleições”.

Disse ainda que a prioridade de sua equipe é maximizar a presença de dos eleitores nos postos de votação.

“Vamos trabalhar duro até que o último voto seja contado”, acrescentou.