Guterres promete “servir aos mais vulneráveis” na ONU

Ele garantiu que servirá "às vítimas de conflitos, de terrorismo, às vítimas da violação de direitos, às vítimas da pobreza e das injustiças"

O português Antonio Guterres, apoiado pelo Conselho de Segurança para se tornar o próximo secretário-geral da ONU, prometeu nesta quinta-feira que “servirá aos mais vulneráveis” com “humildade e gratidão” quando assumir o cargo.

O primeiro-ministro português garantiu que servirá “às vítimas de conflitos, de terrorismo, às vítimas da violação de direitos [fundamentais], às vítimas da pobreza e das injustiças”, durante um discurso na sede do ministério das Relações Exteriores português.