Guaidó participará de 1º evento público após se autoproclamar presidente

Desde o anúncio de que assumia de forma interina a presidência da Venezuela há dois dias, Guaidó só fez declarações pelas redes sociais

Caracas – O chefe da Assembleia Nacional da Venezuela, Juan Guaidó, participará nesta sexta-feira de um evento público com deputados em uma praça no leste de Caracas, a primeira aparição pública depois da autoproclamação como presidente do país.

Desde o anúncio de que assumia de forma interina a presidência da Venezuela há dois dias, Guaidó só fez declarações pelas redes sociais para agradecer pelo apoio recebido. Fontes próximas a ele confirmaram à Agencia Efe que ele estava bem, mas que sua localização seria mantida em segredo.

Pouco antes de Guaidó ter feito o anúncio e afirmar que a Assembleia Nacional considera que Nicolás Madura “usurpa” a presidência, o Tribunal Supremo de Justiça pediu que o Ministério Público atuasse contra os deputados opositores.

O TSJ ainda afirmou que as decisões da Assembleia Nacional não tem validade, já que o órgão, controlado por críticos do chavismo, foi considerado como sem funções pelo Judiciário em 2016.

Guaidó chegou a ser detido pelo Serviço Bolivariano de Inteligência (Sebin) pouco depois de afirmar que tinha plenas condições constitucionais para assumir a presidência no lugar de Maduro. A prisão ocorreu dez dias antes da autoproclamação do deputado como chefe do Executivo venezuelano.

O anúncio de Guaidó foi imediatamente apoiado por vários países, entre eles os Estados Unidos, o Brasil e quase todos os que integram o chamado Grupo de Lima.