Guaidó alerta que antecipar eleições sem condições seria um desastre

O líder da oposição, Juan Guaidó, considerou que o governo Maduro "vai se afogar em um desastre" com a antecipação das eleições parlamentares

O adversário venezuelano Juan Guaidó disse nesta terça-feira que uma antecipação das eleições parlamentares, pedido pelo governismo, será um desastre para o governo do presidente Nicolás Maduro.

Guaidó, presidente do Parlamento, o único poder controlado pela oposição, rejeitou assim a intenção da Assembleia Constituinte oficialista de antecipar as eleições do Legislativo, cujo período termina em dezembro de 2020.

“O que aconteceria se o regime hoje ousar, e puder fazê-lo, dar lugar a uma convocação irregular e antecipada de eleições sem quaisquer condições? Eles se afogarão em contradições, em isolamento, vão afogar em um desastre”, declarou Guaidó aos jornalistas antes de uma sessão da câmera.

“Aqui estamos firmes e de pé, exercendo nossas funções”, acrescentou.