Grupo jihadista reivindica atentado de Oslo

Ansar al-Jihad al-Eleimi justificou o ataque pela presença das tropas norueguesas no Afeganistão

Nova York – O grupo jihadista Ansar al-Jihad al-Eleimi emitiu hoje um comunicado no qual reivindica os ataques terroristas ocorridos em Oslo, onde morreram sete pessoas e pelo menos outras 15 ficaram feridas, segundo revela o jornal “The New York Times”.

“Os jihadistas da Ansar al Jihad al Alami reivindicaram a responsabilidade do ataque segundo um analista do instituto de estudos sobre o terrorismo CNA dos Estados Unidos”, informa o periódico, assinalando que “segundo o comunicado o atentado foi uma resposta à presença norueguesa no Afeganistão”.