Greve na plataforma continental petroleira da Noruega

A greve paralisará a produção de petróleo a partir da próxima segunda-feira

Oslo – Uma greve paralisará a produção de petróleo na plataforma continental da norueguesa Statoil a partir de segunda-feira 9 de julho, anunciou a associação industrial OLF.

Para a Statoil, a paralisação representará perdas diárias de 1,2 milhão de barris de petróleo e custará 520 milhões de coroas norueguesas (69,3 milhões de euros) diários.

O anúncio da greve foi feito depois do fracasso das negociações entre a empresa e os sindicados sobre as aposentadorias.