Grécia diz ter honrado compromissos migratórios com a UE

Os centros se encontram nas ilhas de Lesbos, Chios, Leros e Samos, enquanto que a unidade de Kos ficará pronta em cinco dias

A Grécia afirmou nesta terça-feira que cumpriu os compromissos assumidos com a União Europeia em termos migratórios, com a instalação de quatro dos cinco centros de registro prometidos, a tempo da cúpula em Bruxelas, em que a UE deve cobrar os progressos de Atenas.

Cada um dos centros, campos de moradias pré-fabricadas, deve acolher mil pessoas a cada 72 horas e os migrantes serão registrados para ver se recebem asilo ou serão reeinviados a seus países de origem.

Os centros se encontram nas ilhas de Lesbos, Chios, Leros e Samos, enquanto que a unidade de Kos ficará pronta em cinco dias.

A Grécia deve prestar contas depois que a UEA deu três meses para resolver as graves deficiências de sua gestão ante a onda migratória, sob a ameaça de, caso contrário, serem restabelecidos os controles de fronteira.