Governo vai retomar leilão de térmicas este ano, diz EPE

Investimento na construção de térmicas a gás natural deve totalizar US$ 60 bilhões em cinco anos

Nova York – O governo brasileiro deve recomeçar os leilões de térmicas a gás este ano, disse o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Mauricio Tolmasquim em uma palestra a cerca de 350 investidores nesta terça-feira.

Na apresentação, Tolmasquim mostrou que o Brasil vai investir US$ 60 bilhões em cinco anos, o que deve gerar 33 mil megawatts (MW). No segmento tradicional de energia hidrelétrica serão cinco usinas ofertadas em leilões este ano: Sinop, Davinópolis, São Manoel, Apertados e Ercilândia. O leilão de Sinop deve ser feito no primeiro semestre. Para 2014, serão leiloadas mais sete usinas.

Os investimentos em construção de térmicas a gás natural devem somar US$ 1,5 bilhão. A energia hidrelétrica deve ter a maior parte dos investimentos, com US$ 40 bilhões.

Um dos leilões de hidrelétricas que deve ser destaque é o de São Luiz de Tapajós, em 2014. Tolmasquim frisou que será uma grande usina e seu modelo está sendo revisto, por isso a capacidade de geração deve ser pouco superior a 6 mil MW. A usina será licitada em outro modelo, chamado “usina plataforma”, com menor impacto ambiental, disse ele.