Governo turco reconhece protestos mas condena violência

O vice-primeiro-ministro da Turquia disse que as manifestações contra a demolição de um parque em Istambul são "legítimas e justas"

Ancara – O vice-primeiro-ministro da Turquia, Bülent Arinç, disse nesta terça-feira que os protestos contra a demolição de um parque em Istambul são “legítimos e justos”, mas condenou o uso da violência.

Em entrevista coletiva concedida em Ancara após uma reunião com o presidente turco, Abdullah Gül, o número dois do governo islamita moderado reconheceu que “a violência exagerada da polícia no começo dos incidentes no parque provocaram uma reação”.

“Estamos abertos a todas as reações mas não deve haver violência. A reação do povo no parque foi legítima e justa, mas esta reação legítima foi utilizada com abuso por grupos marginais ilegais”, afirmou o vice-primeiro-ministro turco.