Governo palestino apresenta plano para reconstruir Gaza

Plano será a base para reunir os recursos e os esforços durante a conferência internacional de doadores prevista para 12 de outubro no Egito

Ramallah – O governo de união palestino preparou um plano detalhado de 4 bilhões de dólares para reconstruir a Faixa de Gaza, destruída na guerra deste ano, indicou nesta quinta-feira em um comunicado.

O plano inclui três níveis: no primeiro, 414 milhões de dólares serão destinados às ajudas urgentes; no segundo, 1,2 bilhão para relançar rapidamente a economia; e, por último, 2,4 bilhões para uma fase de reconstrução no longo prazo de Gaza.

O plano será a base para reunir os recursos e os esforços durante a conferência internacional de doadores prevista para 12 de outubro no Egito, declarou o Governo.

O dinheiro deve servir principalmente para reerguer as infraestruturas públicas e privadas destruídas pela guerra de julho e agosto, explicou. Mais de 110.000 pessoas seguem fora de casa enquanto o inverno se aproxima, indica. O Governo estima este trabalho em 1,9 bilhão de dólares.

A proteção social e médica dos habitantes de Gaza, sobretudo a dos feridos no último conflito, é outra das prioridades junto à educação.

“Gaza é parte do Estado palestino e é sua porta para o Mediterrâneo; seu desenvolvimento é crucial para a viabilidade do Estado palestino”, afirmou, no comunicado, Mohammad Mustafa, vice-primeiro-ministro palestino e presidente da comissão encarregada de reconstruir Gaza.

O conflito no enclave palestino terminou com um cessar-fogo no dia 26 de agosto, após 50 dias de combate nos quais 2.100 palestinos morreram, em sua maioria civis, e mais de 70 israelenses, entre eles 66 soldados.

Os combates enfraqueceram ainda mais a economia de Gaza.