Governo japonês espera avançar relações com o Vaticano

O país celebrou nesta quinta-feira a escolha do cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio como o papa Francisco

Tóquio – O Governo japonês celebrou nesta quinta-feira a escolha do cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio como o papa Francisco e disse que “espera avançar de maneira propícia” em suas relações com o Vaticano.

O porta-voz do Governo japonês, Yoshihide Suga, disse à imprensa que Tóquio “dá as mais sinceras boas-vindas ao novo papa” e que enviará um representante a sua cerimônia de entronização, que acontecerá na terça-feira na Basílica de São Pedro.

O Japão, cuja população católica não chega a 1%, “quer definitivamente enviar a pessoa adequada”, embora ainda não decidiu se será um ministro, explicou o porta-voz.

O cardeal Bergoglio, jesuíta e arcebispo de Buenos Aires, se tornou ontem o 266º pontífice da Igreja Católica, em substituição ao papa emérito Bento XVI.