Governo do Quirguistão é destituído após ruptura de coalizão

O presidente do Quirguistão destituiu o governo em exercício após ser informado sobre a ruptura da coalizão de maioria no parlamento

Moscou – O presidente do Quirguistão, Almazbek Atambayev, destituiu nesta quarta-feira o governo em exercício após ser informado sobre a ruptura da coalizão de maioria no parlamento dessa antiga república soviética na Ásia Central.

Até a conformação do novo governo, o primeiro-ministro destituído, Zhantoro Satibaldiev, e os demais membros do Gabinete continuarão como interinos, informou desde Biskek, a capital do país, a agência russa “Interfax”.

O grupo parlamentar do partido Ata-Meken (Pátria) decidiu abandonar a coalizão de maioria, criada em setembro de 2012, devido ao “esgotamento do potencial político” do Chefe de governo.

Satibaldiev, de 58 anos, um político independente, chegou à chefia do governo através da coalizão liderada pelo Partido Social-Democrata do Quirguistão.

Segundo a Constituição do país, os grupos parlamentares deverão agora negociar a criação de uma nova maioria capaz de formar um governo.