Governo da Finlândia renuncia após fracasso de reformas sociais e na saúde

Anúncio acontece a cinco semanas das eleições legislativas, previstas para 14 de abril

O primeiro-ministro finlandês, Juha Sipilä, apresentou nesta sexta-feira o pedido de demissão de seu governo de centro-direita, após o fracasso de sua tentativa de aprovar um programa de reformas sociais e do sistema de saúde, anunciou a presidência.

“O primeiro-ministro apresentou hoje (sexta-feira) a demissão do governo ao presidente da República Sauli Niinistö”, afirma um comunicado oficial.

O anúncio acontece a cinco semanas das eleições legislativas, previstas para 14 de abril.

“O presidente aceitou a renúncia do governo, que seguirá tramitando os temas correntes até a formação de um novo gabinete”, explica a nota.

Juha Sipilä, 57 anos, venceu as legislativas de 2015 com a promessa de “ajustar” tudo o que não funcionava na Finlândia.

Ele considerava as reformas sociais e do sistema de saúde suas prioridades, por considerá-las necessárias para reduzir os custos dos tratamentos de uma população cada vez mais idosa.