George W. Bush diz em entrevista na TV que agora é pintor

Ex-presidente americano disse também que não sente falta de estar no cargo

Washington – Cinco anos depois de deixar a Casa Branca, George W. Bush, 67 anos, participou na noite de terça-feira no programa The Tonight Show, do apresentador Jay Leno, na NBC, onde declarou que agora é pintor.

“Pode-se dizer que não sou pintor, mas creio que sou pintor”, afirmou o ex-presidente, que surpreendeu fazendo brincadeiras.

“Há um Rembrandt escondido em meu corpo, seu trabalho é encontrá-lo”, teria dito ele a seu professor de pintura.

O mais novo artista amador, que já divulgou retratos de seu cachorro e seu gato, presenteou Jay Leno com um retrato do apresentador.

Quando perguntado sobre seu tempo no poder, Bush, que teve dois mandatos (2001-2009), respondeu: “Oito anos é muito. Não sinto falta de ser o centro das atenções”.

Sobre Barack Obama declinou fazer comentários: “Não é bom para o país que um ex-presidente critique seu sucessor”.

“E seu conselho para os tempos difíceis?”, perguntou Leno.

“A pessoa deve acreditar no que está fazendo”, respondeu.

Bush também descartou a possibilidade de uma candidatura presidencial de seu irmão Jeb. Para ele, o ex-governador da Flórida poderia se candidatar, se quisesse. “Seria um bom presidente”, destacou.

Quanto a seu próprio legado, “a história dirá”. “Ainda há pessoas que escrevem sobre o primeiro (seu pai, o presidente George Bush, que governou de 1989 a 1993), e o 43° presidente não tem de se preocupar”, brincou.

Também brincou sobre um recente problema cardíaco que não o preocupou, apesar de sua esposa, Laura, presente no programa, ter ficando nervosa.

Desde que terminou seu mandato, George W. Bush retirou-se para o Texas e tem sido muito discreto nos meios de comunicação e no cenário político americano.