Genro de Ben Ali é detido nas Seychelles

Acusado e condenado à revelia pela justiça de seu país por casos de corrupção, El Matri fugiu da Tunísia antes da queda do regime

Túnis – Sakhr El Matri, um dos genros do ex-presidente tunisiano Zine El Abidine Ben Ali, foi detido nas Seychelles, anunciaram nesta sexta-feira as autoridades tunisianas, que querem obter sua extradição.

Acusado e condenado à revelia pela justiça de seu país por casos de corrupção, El Matri fugiu da Tunísia antes da queda do regime, em janeiro de 2011. Refugiou-se no Qatar, mas as autoridades deste país anunciaram tê-lo expulsado em setembro passado.

“Sakhr El Matri encontra-se atualmente nas Seychelles depois de ter deixado o Qatar”, informou o ministro da Justiça, Nuredin Bhiri.

“As autoridades tunisianas farão tudo para obter sua extradição”, acrescentou.

O Sakhr El Matri, de 31 anos, era considerado o genro preferido do casal presidencial tunisiano, e considerado um potencial sucessor de Ben Ali, antes da revolta popular que derrubou o regime.

Fugiu da Tunísia com sua esposa Nesrine, a filha primogênita de Ben Ali. Não foi fornecida nenhuma informação sobre o paradeiro dela.

Ben Ali está refugiado na Arábia Saudita junto a sua esposa, Leila Trabelsi, desde que fugiram do país em 14 de janeiro de 2011.