Futuro status de Jerusalém deve ser negociado, diz ONU

Segundo enviado, o futuro de Jerusalém "deve ser negociado com Israel e o palestinos em negociações diretas, um ao lado do outro"

O futuro status de Jerusalém deve ser objeto de negociações, afirmou o enviado especial da ONU para o Oriente Médio, Nickolay Mladenov, ao comentar a intenção do presidente americano, Donald Trump, de reconhecer a cidade como capital de Israel.

“O futuro de Jerusalém é algo que deve ser negociado com Israel e o palestinos em negociações diretas, um ao lado do outro”, disse Mladenov em uma entrevista coletiva em Jerusalém.

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, afirmou em diversas oportunidades que “devemos ser muito prudentes com o que fazemos”, completou.

Trump pretende reconhecer Jerusalém como capital de Israel em um discurso nesta quarta-feira às 18H00 GMT (16H00 de Brasília), rompendo com décadas de diplomacia americana e internacional.