Furacão Florence deixa 1,5 milhão de pessoas em alerta nos EUA

Florence tem potencial para provocar grandes inundações em várias zonas da costa leste dos Estados Unidos

Mais de 1,5 milhão de pessoas que moram no litoral sudeste dos Estados Unidos receberam ordens de sair de casa devido à aproximação do furacão Florence, o mais forte a ameaçar a Carolina do Sul e a Carolina do Norte em três décadas, nesta terça-feira.

O Florence, tempestade de categoria 4 com ventos contínuos máximos de 210 quilômetros por hora, deve chegar ao continente na sexta-feira, muito provavelmente no sudeste da Carolina do Norte e perto da fronteira com a Carolina do Sul, disse o Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC) de Miami.

Os moradores cobriram as casas com tábuas e acabaram com os estoques de alimento, água e suprimentos dos mercados. Autoridades da Carolina do Sul estavam se preparando para reverter as pistas de grandes rodovias para agilizar a retirada da costa.

O governador da Carolina do Sul, Henry McMaster, evocou a lembrança do furacão Hugo de 1989, que matou 27 pessoas no Estado, ao fazer um apelo para que os cidadãos obedeçam à sua ordem de retirada.

“Prefiro prevenir do que remediar”, disse McMaster no programa “Good Morning America” da rede ABC, na manhã desta terça-feira. “Queremos que as pessoas saiam e fiquem em segurança.”

A tempestade estava localizada cerca de 1.530 quilômetros ao leste-sudeste do Cabo do Medo, na Carolina do Norte, às 5h locais, segundo o NHC, que alertou para um “grande furacão extremamente perigoso” até a noite de quinta-feira.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s