Fundo europeu se prepara para depositar em bancos espanhóis

O valor total do resgate é de 39,5 bilhões de euros

Luxemburgo – O fundo de resgate permanente (MEDE) se prepara para “depositar nos próximos dias” o resgate ao setor financeiro espanhol, de 39,5 bilhões de euros, afirmou em um comunicado divulgado nesta quarta-feira.

“O MEDE (Mecanismo Europeu de Estabilidade) irá transferir nos próximos dias ao fundo público espanhol de ajuda aos bancos o capital para recapitalizar os bancos espanhóis”, afirmou o diretor do fundo de resgate, Klaus Regling.

“Esta é a primeira ajuda financeira fornecida pelo MEDE. É um acontecimento importante, já que marca a estreia do MEDE em seu papel de mecanismo de resgate permanente para a Eurozona”, disse.

Desta soma, 37 bilhões de euros serão utilizados para recapitalizar os bancos nacionalizados (Bankia, Catalunya Caixa, Novacaixagalicia e Banco de Valencia). Os 2,5 bilhões restantes serão destinados a financiar o chamado “banco mau” ou Sareb, a sociedade encarregada de gerir os ativos tóxicos imobiliários dos bancos espanhóis.

O Eurogrupo autorizou na segunda-feira o desembolso desses fundos, último passo do procedimento para recapitalizar os asfixiados bancos do país.