França suspende entrega de navio à marinha da Rússia

O anúncio foi feito na véspera do início de um encontro de cúpula da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) em Newport, no País de Gales

Paris – O gabinete do presidente da França, François Hollande, anunciou a suspensão da entrega de um navio porta-helicópteros para a Rússia, por causa do apoio russo a rebeldes separatistas que combatem o governo da Ucrânia.

O anúncio foi feito na véspera do início de um encontro de cúpula da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte, a aliança militar liderada pelos EUA) em Newport, no País de Gales.

Apesar do anúncio de um acordo para um cessar-fogo na Ucrânia, o gabinete de Hollande disse que “as condições que permitiriam à França autorizar a entrega do primeiro navio da classe Mistral não foram cumpridas, neste momento”.

O contrato para a entrega dos dois navios, assinado em 2011, é no valor de €1,2 bilhão de euros.

A entrega do primeiro navio, batizado Vladivostok, estava marcada para outubro deste ano e a do segundo, o Sevastopol, para 2015.

Em julho, Hollande ainda dizia que a Rússia havia pago pelos navios e que as sanções econômicas impostas pelos EUA e pela União Europeia a Moscou não eram retroativas. Fonte: Associated Press.