França oferece empréstimo de 1 bilhão de euros para reconstrução do Iraque

Guerra contra o grupo jihadista Estado Islâmico causou a destruição de diversas zonas e cidades entre 2014 e 2017

Bagdá – A França ofereceu um empréstimo de 1 bilhão de euros ao Iraque nesta segunda-feira para contribuir com a reconstrução do país após a guerra contra o grupo jihadista Estado Islâmico (EI), que causou a destruição de diversas zonas e cidades entre 2014 e 2017.

O ministro das Relações Exteriores francês, Jean-Yves Le Drian, anunciou em entrevista coletiva com o ministro iraquiano, Mohammed Ali al Hakim, que a França decidiu dar um empréstimo de 1 bilhão de euros ao Iraque para “participar dos esforços de reconstrução”.

Le Drian acrescentou que as empresas francesas estão dispostas a trabalhar na reconstrução do país árabe, que durante três anos e meio foi palco de uma sangrenta luta contra os extremistas.

“Definimos um roteiro para o nosso trabalho conjunto no período que vem e decidimos formar uma equipe sob as diretrizes dos ministros das Relações Exteriores de ambos os países” que se encarregue dos projetos de reconstrução, detalhou Le Drian.

Além disso, destacou que a França sempre esteve ao lado do Iraque “na guerra e na paz”, e agora na reconstrução. O ministro acrescentou que o governo francês apoia o Iraque em “todos os desafios” e que ambos os países continuam “a cooperação na luta contra o terrorismo”.

Por sua parte, Hakim afirmou que os dois abordaram várias questões políticas e econômicas, entre elas o acesso de empresas francesas ao Iraque para participarem dos “esforços de reconstrução”, assim como a cooperação no campo cultural e científico.

O ministro francês chegou nesta segunda-feira a Bagdá em uma visita oficial e depois seguiu para a região autônoma do Curdistão, no norte do Iraque.