França nega pedido de asilo a Julian Assange

Segundo o Palácio do Eliseu, a atual situação de Assange, refugiado na Embaixada do Equador em Londres, "não representa um perigo imediato"

Paris – A França negou nesta sexta-feira o fundador do Wikileaks, Julian Assange, seu pedido de asilo feito em carta dirigida ao presidente da França, François Hollande, informou o Palácio do Eliseu.

“A França recebeu a carta do senhor Assange. Um exame em profundidade revela que, levando em conta os elementos jurídicos e a situação de Assange, a França não pode satisfazer sua reivindicação”, assinalou a presidência francesa em comunicado.

Segundo o Eliseu, a atual situação de Assange, refugiado na Embaixada do Equador em Londres, “não representa um perigo imediato” e lembra, além disso, que sobre ele pesa uma ordem europeia de detenção.