França lança guia sobre como agir em atentados terroristas

Enviado a todos os Ministérios para que seja divulgado em lugares públicos, o folheto foi publicado exatamente três semanas depois dos atentados de Paris

Paris – O governo da França divulgou nesta sexta-feira um guia ilustrativo das recomendações aos cidadãos em caso de atentado terrorista, que passam por fugir, se esconder caso que não possam escapar e alertar as autoridades.

Enviado a todos os Ministérios para que seja divulgado em lugares públicos, o folheto, similar ao que nos aviões contém as orientações de segurança em caso de acidente, foi publicado exatamente três semanas depois dos atentados de 13 de novembro em Paris, que deixaram 130 mortos.

O guia será exposto em prefeituras, shoppings, estádios esportivos e museus, segundo indicou o Executivo.

As palavras de ordem passam por três grandes gestos que devem ser postos em prática antes da chegada das forças de segurança: escapar, se esconder e alertar.

Em caso de fuga o guia recomenda, se possível, ajudar os outros a abandonar as áreas de perigo, a não se expor e a alertar as pessoas ao redor, além de convencê-las a não se aproximar do perigo.

Caso a fuga seja impossível, se aconselha fechar-se e entrincheirar-se ou abrigar-se atrás de um obstáculo sólido, como um muro ou um pilar, apagar a luz e pôr o telefone no silencioso sem vibração.

Uma vez em lugar seguro, a recomendação é ligar para os números de urgência habilitados e na chegada das forças policiais não correr imediatamente ao seu encontro ou fazer gestos bruscos, mas por as mãos para o alto com as palmas abertas.

O folheto também recomenda extremar a vigilância, alertar as forças da ordem em caso de alguma situação suspeita e localizar as saídas de emergência ao entrar em qualquer lugar.

O guia pede para que não se divulgue informação alguma sobre uma intervenção policial em curso, nem rumores ou informações nas redes sociais que não tenham sido verificadas.

O cartaz com as novas normas de segurança também será divulgado na internet para permitir que seja consultado, impresso ou guardado em um lugar útil. Ele também será publicadoem vídeo em breve.

O governo britânico já publicou um guia de conselhos, elaborado pelo Escritório de Segurança Nacional Contra o Terrorismo, em novembro de 2014, que foi atualizado após o massacre em Paris.

Ele também recomenda “correr e esconder-se o mais rápido possível em vez de se jogar no chão fingindo ter sido abatido”.