França lança 3ª noite de ataques contra EI em Raqqa

O ministro da Defesa da França disse que 10 aviões de guerra do país atacaram o reduto do Estado Islâmico em Raqqa, na Síria

Paris – O ministro da Defesa da França disse que 10 aviões de guerra do país atacaram o reduto do Estado Islâmico em Raqqa, na Síria, pelo terceiro dia seguido nesta terça-feira e prometeu que a campanha contra o grupo será intensificada nos próximos dias.

“Neste momento, nossa Força Aérea… 10 caças estão novamente atacando Raqqa, e como vocês sabem amanhã o porta-aviões Charles De Gaulle partirá para o leste do Mediterrâneo para continuar os ataques a alvos específicos, em particular nos arredores de Raqqa e de Deir ez-Zour”, disse o ministro Jean-Yves Le Drian à emissora de TV TF1.

Ele acrescentou que a Rússia está mudando sua posição desde a confirmação de que um avião de passageiros cheio de russos foi explodido pelo Estado Islâmico sobre o Sinal no mês passado.

“A Rússia está mudando porque hoje mísseis russos de cruzeiro atingiram Raqqa. Talvez hoje essa grande coalizão com a Rússia seja possível porque isso evoluiu”, disse ele, se referindo ao pedido do presidente francês, François Hollande para criar uma grande coalizão contra o Estado Islâmico.