França envia ajuda não letal aos rebeldes sírios

Segundo o governo francês, o objetivo é encontrar condições para uma transição política

Paris – O primeiro-ministro francês, Jean-Marc Ayrault, anunciou nesta quarta-feira que a França envia meios “não letais” à oposição síria, antes de afirmar que é necessário conseguir a saída do presidente da Síria, Bashar al-Assad, em uma entrevista ao canal BFMTV-RMC.

“Precisamos conseguir a renúncia do presidente sírio”, disse, antes de destacar que “o objetivo é encontrar as condições para uma transição política”.

O chefe de Governo também afirmou que “a nível militar”, a França tem respondido à demanda da “resistência síria” com o envio de um “certo número de elementos não letais, meios de comunicação e proteção”.