França diz que terrorismo islamita voltará a atingir a Europa

Um ano depois do mega-atentado de 13 de novembro em Paris, primeiro-ministro francês Manuel Valls escreveu artigo publicado em vários jornais europeus

A Europa voltará a ser alvo do terrorismo islamita, mas o continente vencerá, afirmou neste sábado (12) o primeiro-ministro francês Manuel Valls, em um artigo publicado em vários jornais europeus, um ano depois do mega-atentado de 13 de novembro em Paris.

“Um ano depois de 13 de novembro, estou consciente dos acontecimentos das interrogações que existem em nossa sociedade. Estão preocupadas. Devemos a ela a verdade. Mas, sim, temos todos os recursos para resistir, e toda a força para vencer. Nós, europeus, venceremos o terrorismo islamita”, escreveu o premiê em texto publicado nos jornais El País, La Republicca, The Guardian, Le Soir, La Tribune de Genève e Die Welt.

Nos últimos meses, o primeiro-ministro francês repetiu em diversas ocasiões que seu país sofrerá novos atentados.