França aprova adoção de maço de cigarro neutro

Em 26 de novembro, os deputados rejeitaram a medida relativa ao pacote de tabaco, que foi incluída agora em um texto legislativo com outras propostas

Paris – A Assembleia Nacional francesa aprovou nesta quinta-feira de maneira definitiva a obrigatoriedade de que todos os maços de cigarro vendidos na França sejam neutros e não mostrem nenhum logotipo, medida que será aplicada a partir de 20 de maio de 2016.

O sinal verde dos deputados, como estava previsto, prevê que todos os maços de cigarros tenham o mesmo tamanho e a mesma forma e nenhum logo que permita diferenciá-los salvo o nome da marca, que figurará só em letra pequena.

Trata-se de uma decisão que a Confederação de Tabacarias, mobilizada nos últimos meses contra a iniciativa, qualificou em comunicado de “erro histórico” e de “medida ineficaz”.

Em 26 de novembro, os deputados rejeitaram a medida relativa ao pacote de tabaco, que foi incluída agora em um texto legislativo com outras propostas em matéria de saúde.

Essa decisão já tinha sido adotada em primeira leitura pelos deputados em abril, mas o Senado a eliminou e apostou pela direção europeia que recomenda aumentar o texto das advertências sobre a periculosidade de fumar.

O pacote neutro está em uso desde 2012 na Austrália, onde as tabacarias denunciam que aumentou o contrabando de tabaco pois sua falsificação é mais fácil, e foi aprovada recentemente na Irlanda e Reino Unido.

A ministra da Saúde, Marisol Touraine, justificou a medida porque a França é um dos poucos países europeus onde o tabagismo aumenta e provoca 78 mil mortes por ano.